Assembleia de Deus
Assembleia de Deus
Ministério Belém
Setor 6 - Jd Progresso
Pastor Presidente José Wellington Bezerra da Costa

Notícias > Cristãos são assassinados por militantes islâmicos e militares

Milícias islâmicas atacaram uma igreja, porque ouviram gritos de Deus é maior

As milícias islâmicas atacaram uma igreja, porque ouviram gritos de “Deus é maior”. Então dispararam contra a igreja, mas ninguém foi atingido. Os agentes, no entanto, prenderam o rev. James Abraham na frente de sua congregação, levando-o a um lugar desconhecido, onde o torturaram durante dois dias, segundo relatos de um sacerdote. Em 8 de junho ainda, a SAF e milícias islâmicas atearam fogo a edifícios da Igreja Episcopal do Sudão e da Igreja de Cristo no Sudão. “As igrejas e os pastores eram os alvos visados”, disse o bispo Andudu Adam.

Existem estimativas não confirmadas de que mais de 53 mil pessoas estão sendo deslocadas devido aos intensos combates, em Kodorfan, entre o exército da SAF e o Exército Popular de Libertação do Sudão (SPLA), de acordo com informações da ONU. A mídia diz que o combate, incluindo bombardeios e artilharia, tem sido relatado em 11 de 19 localidades no estado de Kodorfan.

Algumas das pessoas que foram deslocadas internamente, bem como locais e organizações não-governamentais e funcionários da ONU, se refugiaram fora do complexo da missão de paz das Nações Unidas, nos arredores da capital de Kordofan, que fica ao sul do país. 


Fonte: Portas Abertas



Confira Também:

'Ser cristão é um exercício diário', declara Cid Moreira
Rádio CPAD FM completa um mês de atividades
Lei que pede o ensino da bíblia em escolas é aprovada em Kentucky
Programa da Eliana lança concurso de música gospel
Ateus tentam tirar Jesus do foco natalino
Free to Believe: campanha para liberdade religiosa atinge momento-chave Total global já soma 368 mil assinaturas
Copyright © Assembleia de Deus - 2012 - 2019 - Todos os direitos reservados.
Rua Antônio Borondini, 33
Validado em  XHTML